All You Need
In One Single
Theme.
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat
Search here:
 

Obras com microcimento

O microcimento é uma das maiores tendências atuais a nível de design de interiores. No entanto, ainda surgem várias dúvidas: como aplicar? Como encaixar o microcimento na decoração? E o que é melhor: o microcimento ou o cimento afagado? Os técnicos da CASA AMARELA OBRAS têm experiência com ambos e encontram-se aptos a executar trabalhos com qualquer um dos dois.

Porque é que a decoração industrial é tendência?

A decoração industrial caracteriza-se por ambientes mais crus, que incorporam o cimento,  os tijolos e até a canalização. A sua origem remonta a Nova Iorque, quando se começaram a reabilitar os edifícios de antigas fábricas para criar novas habitações. Devido à dificuldade e aos gastos em recuperar todo o edifício, muita alvenaria e tubos ficavam a descoberto. Optar por este tipo de solução poupa na criação de tetos-falsos e evita destruir pavimentos e paredes para substituir a canalização, por exemplo.
O resultado é um ambiente com aspeto “autêntico” e despojado. E o segredo é apostar em vários materiais: metais, ardósias, cimento, tijolos, azulejos e madeiras. Embora muitos o julgem um gosto adquirido, a verdade é que está cada vez mais em voga. Chegou à Europa por Londres e Berlim e, pouco a pouco, também já se encontra em Portugal.
Obras com microcimento

Obras com microcimento: banheira.

Microcimento cozinha

Obras com microcimento: bancada da cozinha.

Microcimento

Obras com microcimento: pavimento de sala.

Quais são as vantagens do microcimento?

Além da vantagem a nível estético (pelo menos se estiver à procura de ambientes com decoração moderna ou industrial), o microcimento apresenta outras vantagens:

• é uma solução fácil de aplicar, que pode ser usada em pavimentos, paredes, bancadas e tetos;
• impermeáveis à água, o que os torna numa opção boa para cozinha e casa de banho. Na casa de banho, o microcimento usa-se maioritariamente nas paredes. No entanto, também se pode aplicar na base de duche, bancadas, balcões e jacuzzis. Nas cozinhas usa-se no chão, paredes e bancadas;
• versátil, que funciona quer em espaços habitacionais, quer em espaços comerciais;
• resistentes e duradouros;
• manutenção simples, basta uma limpeza regular com água e sabão neutro;
• personalizável com várias cores e texturas, o que permite criar um ambiente original sem custos acrescidos e sem dificultar mais a obra;
 • económica, com uma excelente relação custo/benefício.
Obras com microcimento casa de banho

Obras com microcimento: banheira e bancada para lavatórios.

Microcimento casa de banho

Obras com microcimento: casa de banho.

Microcimento em obras

Obras com microcimento.

Microcimento ou cimento afagado: quais as diferenças?

O microcimento tem uma aparência semelhante ao cimento afagado. Contudo, os dois materiais têm características e propriedades diferentes.
O cimento afagado é uma mistura de cimento com betonilha (uma espécie de areia). Fabrica-se há mais tempo do que o microcimento e ainda é o mais económico dos dois. Ao aplicar na superfície, queima-se, gerando uma crosta fina. Por ter estas características, não é um pavimento contínuo e costumamos executar um acabamento em verniz.
O processo de produção do microcimento é bastante diferente. Fabricado em laboratório, tem como base componentes em pó e componentes líquidos à base de aglomerados e resina. Esta dificuldade de produção faz com que seja mais dispendioso do que o cimento afagado. No entanto, confere-lhe mais dureza e estabilidade – ou seja, não fissura com a mesma facilidade.
A estabilidade traduz-se numa maior aplicabilidade: pode colocar-se no chão, paredes e teto, em interiores e exteriores. O cimento afagado não tem tanta versatilidade, só pode ser usado no chão. Uma outra diferença é a espessura das camadas. O cimento afagado precisa de mais camadas, cada uma com 1 a 3 mm de espessura. Portanto, o microcimento instala-se mais rápido e diminui o tempo da obra. No geral, o microcimento produz menos entulho, barulho, pó e incómodo do que o cimento afagado. Se evita fazer obras pelo incómodo que gera, então o microcimento é definitivamente uma opção a considerar.
Uma outra diferença é a aderência do microcimento. Por ser tão aderente, conseguimos aplicá-lo em qualquer superfície não deformável (por exemplo, em tijolos, betonilha, autonivelante, gesso, argamassa e mármores, que são os materiais mais usado na construção civil em Portugal). O cimento não é tão flexível.

Uso de microcimento em exteriores

O microcimento é impermeável à água. No entanto, os componentes podem ser ajustados em laboratório para que seja impermeável à água e permeáveis ao vapor de água. Estas características tornam-no apto para o uso em exteriores, nomeadamente no revestimento de piscinas. O facto de não fissurar com facilidade também faz com que seja apropriado para garagens, terraços e até escadas.

Ainda não tem a certeza de que o microcimento é indicado para a sua obra? Contacte os nossos profissionais para que lhe possam esclarecer qualquer dúvida.
[contact-form-7 id="6122" title="Pedido de orçamento principal"]